Lavras Novas MG roteiro completo! Hospedagens e passeios.

Hoje venho apresentar a vocês Lavras Novas, distrito da famosa Ouro Preto. Localizada a apenas 120km de Belo Horizonte, possui população de pouco mais de 1.500 habitantes e faz parte do parque Nacional do Itacolomi. Está a 1.300m de altitude, o que proporciona um clima bem ameno. Seu aspecto interiorano e ruas tranquilas oferecem sossego e tranquilidade. Já quem gosta de aventura encontra muita emoção nos arredores, com trilhas, passeios de quadriciclo e banhos de cachoeira! Conheça agora tudo sobre Lavras Novas.

Lavras Novas – como chegar

Chegar em Lavras Novas é muito fácil. Saindo de BH, basta pegar o caminho rumo a Ouro Preto (BR 040 e BR 356). Chegando em Ouro Preto, seguir até o trevo de Mariana e a partir daí, seguir as placas para Lavras Novas. O trecho final é percorrido em estrada de terra, que atualmente ja está em boas condições, mas é preciso prudência, já que a passagem é estreita e a neblina é comum na região.

Onde ficar em Lavras Novas

Procurando hospedagem? Reserve pelo Booking, site onde normalmente faço minhas reservas. Recomendo também o Airbnb, onde é possível alugar a casa inteira ou apenas 1 quarto, deixando a viagem ainda mais econômica! Cadastre no Airbnb usando este link e ganhe desconto na sua primeira hospedagem.

 

Para se hospedar em Lavras Novas o que não falta são opções. Como o turismo tem crescido muito na região, a cada dia surgem novas pousadas para os mais variados estilos e bolsos. Eu sou adepta da hospedagem econômica, por isso normalmente me hospedo no “Quartos da Fonte“. São quartos pequenos mas muito confortáveis, com tv e frigobar. Alguns quartos tem fogão, boa opção para quem quer economizar ao máximo. O valor da hospedagem é cerca de 80 reais a diária por pessoa, sem café da manhã. Contato: Roberto (31) 98775-7737.
 
Outra opção econômica é a pousada Lar Doce Lar, também bem localizada, logo atrás da igreja matriz. O preço para o feriado de réveillon (sexta a domingo) foi de R$400 casal, com café da manhã (simples, mas ok: pães de sal e doce, presunto, mussarela, molho de cachorro quente, café, leite, achocolatado e suco de laranja). Com o acréscimo de uma bela vista para as montanhas  :)
 
Lavras novas ao entardecer
Para quem gosta de hospedagem mais requintada existem também boas opções, como as famosas pousadas Carumbé, Buieié, Varandas da Serra, Lofts da Serra e várias outras. Por fim, tem pousadas mais “meio termo”, nem tão econômicas e nem tão luxuosas com as últimas citadas. Fazendo uma rápida pesquisa no Google é possível achar inúmeras opções.
 
Importante: como o turismo tem crescido muito na cidade, é recomendável que se faça uma reserva prévia.

Onde comer em Lavras Novas

Assim como a hospedagem, as possibilidades de locais para fazer uma refeição ao tomar uma bebida são inúmeras. 
 
Para almoçar, recomendo o Restaurante Serra do Luar, que fica bem no final da rua principal. Deliciosa comida mineira feita em fogão à lenha, o self-service tem muita variedade e o preço é justo. A vista da parte de cima do restaurante é um convite ao relaxamento.
 
Para tomar uma cerveja/drinks ouvindo música ao vivo, o bar Delírio é uma das atrações mais famosas. Fica na parte mais alta em um grande espaço gramado, oferecendo uma vista bonita da cidade e da igreja matriz. No entorno também tem outros bares igualmente interessantes, vale a pena fazer uma peregrinação entre eles.
 
Para jantar ou comer uma boa pizza
Gosto muito do ambiente do restaurante Pimenta Rosa (também no final da rua principal). Romântico, com luz baixa, bela decoração e ocasionalmente música ao vivo. O filé à parmegiana é de-li-ci-o-so!
 
Um pouquinho abaixo tem a Pizza Nostra, onde degustei uma pizza grande por um preço muito justo! A massa é fininha, seca e crocante. O ambiente é muito charmoso, também com luz baixa e atendimento cordial. Boa variedade de vinhos.
 
Para degustar doces maravilhosos!
O Bistrô Mariazica é dos mesmos proprietários da pousada Carumbé (o ator Jonas Bloch e sua esposa, Sylvia). Eles servem sanduíches, crepes e quiches, mas o que me chama atenção mesmo são os doces espetaculares! O brownie é o mais delicioso que já comi na vida, macio e molhadinho. Peço sempre o com avelãs e ainda acrescento calda de chocolate e sorvete. Divino!
mariazica-lavras-novas
Outras opções para quem procura lugares exóticos são a Taberna, um bar medieval com decoração temática interessante e o Santo Graal, com uma arquitetura que difere do padrão da cidade.

Diversão! O que fazer em Lavras Novas – cachoeiras

Passar a tarde sentado em algum bar já é uma diversão e tanto, mas o distrito oferece tanta coisa boa que fica difícil saber por onde começar! As atrações mais procuradas são as cachoeiras, algumas mais acessíveis e outras que requerem ajuda de guias.
 
Ainda na estrada, bem em frente à estradinha que dá acesso ao distrito (ainda no asfalto, do lado do passageiro), escondida debaixo de um canal, tem uma cachoeira bem bonita. Foi por acaso que a vimos, mais pelo barulho. Encostei o carro e fui fazer umas fotos. Não sei se é “nadável”, se água está em boas condições (apesar de aparentemente estar limpa). Não sei o nome dela nem encontrei nada na internet. Mas vale a visita ao menos para umas fotos  :)
 
Uma vez na cidade, procure pela pousada Palavras Novas. Perto dela tem uma pequena porteira, que é o ponto inicial da trilha para a Cachoeira do Pocinho. São apenas 15 minutos de caminhada em percurso beirando os vários pocinhos que se formam antes da queda dágua.
cachoeira_pocinho-lavras-novas-mg

Cachoeira dos Pocinhos

 
A Cachoeira dos Três Pingos tem percurso de fácil acesso de carro, 3 pequenas quedas d’agua e um pocinho que dá pra se refrescar. É preciso deixar o carro na estrada e descer uns poucos minutos à pé.
 
Seguindo pelo mesmo caminho chega-se na Cachoeira dos Namorados, mas a partir da Três Pingos o acesso é recomendado para carros 4×4. Por esta estrada também se chega à represa do Custódio e Cachoeira dos Prazeres.
 
Dizem que a Cachoeira dos Prazeres é uma das mais bonitas da região. Para se chegar a ela, deve-se ir até a Represa do Custódio (excelente ponto para banho!) e seguir pela margem, mas a estrada de terra pede carros 4×4. Tem uma outra opção de trilha, mas o acesso é complicado e é necessária a ajuda de um guia. Consulte alguma das agências especializadas!
 
Saindo de Lavras Novas e pegando a estradinha sentido Chapada (seguir placas), logo após a primeira bifurcação (cerca de 500m) tem uma queda dágua. É encostar o carro e descer cerca de 2 minutos. Fácil de chegar, é ideal para levar as crianças, já que além de o acesso ser fácil, corre uma água bem rasinha.

Veja também: informações completas sobre Chapada

 
Pouco mais à frente, logo após uma pequena ponte, se encontra a Cachoeira do Falcão. É preciso deixar o carro na estrada e descer uma ladeira íngreme e com cascalhos. Também é boa para ir com crianças (só tomar cuidado na descida), já que forma uma rasa piscina natural e tem uma longa faixa de areia. 
 
Seguindo mais adiante, em cerca de 3km se chega ao vilarejo de Chapada, com suas poucas casas, algumas pousadas, belas paisagens e mais cachoeiras! A mais conhecida é a Cachoeira do Castelinho. Deve-se deixar o carro próximo à igreja e descer a rua à esquerda, onde se inicia a trilha. São cerca de 20 minutos de caminhada tranquila e só nos últimos metros a descida é um pouco mais complicada. Além da queda d’agua, seguindo-se o rio encontramos vários poços excelentes para banho. Seguindo mais adiante pelo rio tem uma gruta! Como o acesso é só pelo rio e este é cheio de pedras muito escorregadias, é preciso muito cuidado e força física.
 
cachoeira-chapada-mg

Cachoeira do Castelinho em Chapada.

Mais aventura!

Ufa! Todas essas cachoeiras são acessíveis tanto de carro, quanto a pé (trekking) ou de quadriciclos, que são alugados por algumas agências especializadas facilmente encontradas na cidade. Nestas agências pode-se combinar também passeios de canoagem, tirolesa, escalada e rapel.
 
Para quem gosta de caminhar, a Serra do Trovão e a Serra da Chapada oferecem excelentes trilhas, com paisagens de tirar o fôlego. Estes passeios também são oferecidos pelas agências especializadas.
 
Se o seu desejo é uma trilha leve e curta, uma dica é a Lapa da Alzira. Descendo a Rua da Fonte se encontra o Mirante da Fonte (que hoje ficou prejudicado já que uma pousada comprou um terreno próximo e fez o favor de murar o local), com uma linda vista. Seguindo adiante e virando a direita está a gruta.
 
O Mirante da Pedra também é bem acessível com uma curta e tranquila caminhada. Ao fim da rua principal o calçamento acaba e começa um trecho de estrada de terra. Menos de 10 minutos caminhando se chega ao mirante, onde é possível ter uma linda vista das montanhas da região.
 
mirante-da-pedra-lavras-novas

Pedra do Mirante

Outro local que rende belas fotos é a Pedra do Equilíbrio, localizada na subida da serra quase chegando na cidade. A Pedra tem esse nome porque se equilibra em outra pedra, parecendo que vai cair a qualquer momento! Como o trecho da estrada é estreito, recomenda-se fazer uma caminhada prazerosa a pé a partir da entrada do distrito. Aproveite o trajeto para fotografar o maravilhoso mar de montanhas da região!
 

O que levar pra casa

Uma das principais fontes de renda da cidade é o artesanato. Vários lojinhas vendem produtos feitos pelos moradores, que vão desde camisas, redes, produtos de decoração a geleias e doces. 
 
 
Dicas fundamentais:
 
– Não existe banco em Lavras Novas. Se precisar de mais dinheiro, só em Ouro Preto. Atualmente muitas pousadas e restaurantes aceitam cartão, mas é bom não contar com o sinal, que às vezes falha.
– Lavras Novas é um distrito pequeno e que preserva o ar interiorano. Não coloque som alto, não buzine, não corra! Respeite os moradores e outros turistas.
– Nada que está na natureza deve ser retirado. Existe todo um ecossistema e cada pedra, flor ou galho tirado do lugar prejudica o equilíbrio ambiental.
– Recolha todo seu lixo. Gente, isso é muito sério. É incrível como se vê muita sujeira em volta das cachoeiras. Leve sacos e volte com seu lixo! Latinhas, garrafas e embalagens de alimentos demoram SÉCULOS para se decompor. Se você curtiu o passeio e achou a natureza bonita, preserve!
 

Ficou alguma dúvida? Deixe sua pergunta nos comentários que farei o possível para tentar ajudá-lo!

conheça-lavras-novas
lavras_novas_bares
turista-mirante-lavras-novas
pousada-lavras-novas
chapada-mg
IMG_3721

Igreja de Santanna – Chapada MG

Trilha para a Cachoeira do Castelinho.

estrada-real-ouro-preto

Trecho da Estrada Real entre Lavras Novas e Chapada.

cachoeira-lavras-novas

3 Replies to “Lavras Novas MG roteiro completo! Hospedagens e passeios.”

  1. Ronei

    Lavras Novas é um lugar mágico, o clima as belezas naturais, o artesanato, o colorido das construções e o jeito místico de decorar atrelados a simpatia dos moradores nos traz paz e recarrega nossas baterias!

  2. Pingback: Chapada: belas cachoeiras, natureza e tranquilidade - Próxima Parada

Deixe uma resposta