Chapada: cachoeiras, natureza e tranquilidade

Já ouviu falar no vilarejo de Chapada? No último post falei sobre Lavras Novas, distrito de Ouro Preto que já é bastante conhecida pelos turistas. O post está bem completo, com informações de como chegar, onde se hospedar, bons lugares para comer e todas as cachoeiras e passeios que se pode fazer pela região. E uma destas dicas é sobre Chapada, um pequeno vilarejo a apenas 6km de Lavras Novas que preserva a tranquilidade e tem uma linda cacheira. Quer saber como chegar?

Como chegar em Chapada-MG

Antes, vamos nos localizar. Chapada é um vilarejo colado em Lavras Novas, que por sua vez é distrito da histórica Ouro Preto, ou seja, está a apenas 123km de Belo Horizonte. Tão pertinho que dá pra ir em um simples final de semana. Para chegar lá, basta pegar a BR 040 e seguir as placas rumo à Ouro Preto. Chegando em Ouro Preto, ignorar a placa indicando o centro histórico e seguir pela BR mais alguns poucos kms. Uma placa indica a estradinha de acesso à Lavras Novas, virando à direita. Mais alguns kms e deve-se entrar num trecho de estrada de terra. Logo ali, virando à direita e seguindo mais 6k, está Chapada. Muito simples, há placas indicativas.

O vilarejo consiste em apenas uma rua estreita e de terra, com casinhas de cada lado e a Igreja de Santanna ao fundo. Tudo isso cercado pela imponente Serra do Trovão, oferecendo uma paisagem linda! Para quem gosta de tranquilidade, o lugar é um encanto. E se o assunto é cachoeira, também estamos no lugar certo! A Cachoeira do Castelinho (ou Cacheoira da Chapada) é a mais conhecida e super fácil de chegar.

igreja-santana-chapada-mg

Deve-se deixar o carro próximo à igreja, e aí virar a “rua” à direita, onde começa a trilha. O caminho é único, não tem como errar. Só seguir por cerca de 20 minutos em trilha leve e apenas no final, cerca de 500 metros antes da cachoeira o acesso tem um pouco de obstáculos, mas nada complicado. Dali já dá pra ver a queda de cerca de 15m e o poço largo, que pede um mergulho para livrar do calor da caminhada!

Muitos turistas ficam por ali, mas seguindo ao longo do rio existem vários outros pocinhos muito bons para banho. O problema é que o caminho é só pela água e as pedras são muito escorregadias, o que demanda muito esforço e cuidado. Para os aventureiros que animam a aventura, lá pra baixo tem uma gruta que dizem ser linda! Eu tomei alguns tombos escorregando nas pedras e não animei a descer mais :P

cachoeira-chapada-mg

Cachoeira do Castelinho em Chapada/MG

Se quiser conhecer outras cachoeiras, ainda na estradinha de acesso à Chapada existem algumas quedas, basta deixar o carro na estrada e caminhar poucos metros. Mas a mais bonita delas é a Cachoeira do Falcão, que pede um pouco mais de caminhada por uma trilha íngreme. E claro, todas as cachoeiras de Lavras Novas estão bem pertinho também! Veja todas as informações sobre como chegar até elas no post completo sobre Lavras Novas.

Chapada – onde comer

Bem ao lado da igreja há um bar/restaurante com comidinhas servidas na panela de barro, cerveja gelada e caipirinha caprichada! O atendimento é bem agradável, como tudo no vilarejo, bem ao estilo interiorano. Vale a pena voltar da cachoeira e fazer uma parada por lá, para matar a fome.

Chapada – onde se hospedar

Procurando hospedagem? Reserve pelo Booking, site onde normalmente faço minhas reservas. Recomendo também o Airbnb, onde é possível alugar a casa inteira ou apenas 1 quarto, deixando a viagem ainda mais econômica! Cadastre no Airbnb usando este link e ganhe R$85 de desconto na sua primeira hospedagem.

 

Ainda não me hospedei em Chapada, sempre que vou estou em Lavras Novas, mas quero ir ainda para ficar lá! Na primeira vez que fui conhecer o vilarejo fui recepcionada pelo atencioso Zé Loreto, dono da Casa da Chapada. Além de alugar a casa (que tem uma vista linda do pôr-do-sol), ele fabrica cachaças, licores e o super famoso torresmo, que já foi até matéria de programas de tv!).

Eu já estava indo embora quando ele me convidou para conhecer a casa e ofereceu degustação das suas cachaças e claro, do torresmo que ele mesmo faz, deixando pré frito na própria gordura. É tudo uma delícia, até que que não bebo cachaça fiquei admirada com o sabor. E o torresmo, de comer de joelhos! Tudo isso está disponível para venda. Recomendo demais um dedo de prosa com o Zé, degustando a cachaça e admirando a vista. Programa típico de interior que a mineirinha aqui ama! <3

início da trilha para a Cachoeira do Castelinho.

início da trilha para a Cachoeira do Castelinho.

Dicas importantes:
– Leve dinheiro! Sinal de internet não funciona lá, então pagamento com cartão não existe.
– Também não tem banco nem caixas eletrônicos, o mais próximo só em Ouro Preto ou Ouro Branco.
– Posto de gasolina também não tem.
– Em Lavras Novas tem uma pequena farmácia.

Dica obrigatória:
– Recolha todo o seu lixo! Leve uma sacolinha e volte com tudo que você gerou por lá. É incrível deprimente ver como que as pessoas deixam latinhas, sacolas e coisas do tipo pra trás. A natureza não sabe se limpar sozinha!

2 Replies to “Chapada: cachoeiras, natureza e tranquilidade”

  1. Pingback: Lavras Novas MG roteiro completo! Hospedagens e passeios. - Próxima Parada

Deixe uma resposta