Origem do Café – história e curiosidades

O café é uma planta com origem africana, da Etiópia mais precisamente. De lá foi levado para a Arábia e fez muito sucesso devido ao bem estar que causava em quem tomava, tendo sido usado até como cura para diversos males. Foi na Arábia que começou a surgir o hábito de tomar café. Até então a fruta era usada apenas para alimentar e dar vigor para o rebanho, em viagens. Da Arábia o café foi levado para o Egito, depois Turquia e no século XVII chegou na Europa, primeiramente em Veneza – Itália. Passou por França, Alemanha, Suíça, Dinamarca e Holanda.

Origem do Café  – Da África para o mundo

Os Holandeses transformaram suas colônias nas Índias Orientais em grandes centros de plantações, e juntamente com os franceses e portugueses trouxeram o café para as Américas, primeiro para os Estados Unidos e aos poucos foram “descendo” pelo continente. A primeira muda de café trazida ao Brasil em 1727 vindo da Guiana Francesa, dizem que de forma clandestina. As primeiras plantações aqui foram no Pará, próximo a Belém, mas o plantio por lá não deu muito certo e trouxeram mudas para o sudeste.

plantação de caféO plantio deu muito certo, no RJ, SP e MG. A coisa prosperou tanto que se tornou a mais importante fonte de renda do brasil durante décadas, se tornando o produto mais exportado a partir de 1850, sendo destinado aos Estados Unidos e Europa. Lembram do Ciclo do Café? Os Barões do Café se enriqueceram, com suas lavouras enormes, mas que eram cultivadas pelos escravos.

A economia do país girava em torno da café, o que acabou virando uma expressão política. A nomenclatura “café com leite” surgiu para nomear a alternância de presidentes no país entre paulistas e mineiros. Cidades do RJ e SP foram urbanizadas e modernizadas graças ao café.

grãos de café em plantação

grãos de café torrados

Muita coisa importante aconteceu durante o Ciclo do Café. Teve grande produção, teve aumento de preço, queda de preço, superprodução (havia mais estoque do que o consumo mundial!), teve proibição de novos plantios, teve guerra, teve queima proposital para diminuir o estoque e aumentar o valor, teve geada e mais uma série de fatos históricos que valem muito a pena conhecer, leia mais sobre o Ciclo do Café.

Vale a pena ler também um texto muito interessante sobre a escravidão neste período. Triste, doloroso, mas que não pode ser esquecido: A escravidão no Brasil – do ciclo do café à abolição.

História do café em Minas Gerais

O café chegou em Minas Gerais por volta de 1707 pela Zona da Mata, através do Caminho Novo da Estrada Real (criado para transporte do ouro). Os tropeiros viajavam para levar o ouro e voltavam com café. Não tardou para que o Sul de Minas virasse referência na produção de café não só em Minas Gerais, mas em todo o Brasil.

grãos de café em plantação

O Brasil é disparado o maior produtor e exportador de café do mundo, 127 países consomem nossos cafés. Ano passado o país bateu o maior recorde da história em produção: foram 51,3 milhões de sacas de 60 quilos. Do total, nada menos do que 60% da produção veio de Minas Gerais.

Além da quantidade, a produção cafeeira mineira se destaca também pela qualidade. As condições climáticas favoráveis permitem variedade de sabores e aromas de cafés especiais. É de Minas Gerais inclusive o café mais caro da história do Brasil. Ano passado a empresa japonesa Maruyama Coffee arrematou em um leilão organizado pela Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA) um saca de café (60kg) pelo valor de R$ 18.093! É o café da Fazenda Guariroba, em Santo Antônio do Amparo, eleito também como o melhor do país em 2016.

Viu quanta história tem por trás daquela humilde xícara de cafezinho que você toma? Em breve postarei um texto sobre os diferentes métodos de preparo de cafés.

xícara de café porcelana

Além de tudo, xícaras são objetos tão lindos! Amo.

Deixe uma resposta