Dia da Fotografia: concorra a kit com camisa, caneca e pôster!

  Hoje é o Dia Internacional da Fotografia! Um blog de viagem não faz sucesso se não tiver fotos boas, ela é fundamental para mostrarmos aos leitores os lugares por onde estivemos e criar a vontade de conhecê-lo. Para comemorar tanta importância, o blog Próxima Parada se uniu com a Continue Lendo →

Documentário “Câmera Viajante” e a “verdadeira” fotografia.

Hoje, dando uma olhada na minha pasta sobre fotografia no computador, achei um documentário que adoro e que já revi várias vezes. Trata-se do “Câmera Viajante”, um curta de 20 minutos que mostra como é o trabalho de alguns fotógrafos no interior do Brasil, mais precisamente em Juazeiro do Norte, Ceará. Esta cidade é conhecida em todo o país pela imensa devoção que seus moradores tem pelo Padre Cícero – ou Padim Ciço, como eles dizem. Lá foi construída uma imensa estátua do padre, o que leva os fiéis a fazerem romarias para pedir ou agradecer determinado feito.

É em volta desta estátua, da fé e devoção das pessoas que o documentário foi registrado. Ele mostra o trabalho de alguns fotógrafos da região, que aproveitam um momento único na vida de muitas pessoas (o contato com a imagem do Padre Cícero) para realizarem seus trabalhos. É interessante ver como a fotografia é valorizada, como uma imagem representa muito para os romeiros. Mais do que uma prova de que realizaram a romaria, é a recordação de um momento importantíssimo na vida deles.

É muito bacana também ver como os fotógrafos realizam seus trabalhos, como conhecem (e até constroem!) seus equipamentos, como utilizam do marketing para conseguir vender suas fotos. Dá gosto de ver como eles realmente conhecem seu trabalho. Em um tempo onde quase todo mundo tem pelo menos um celular com câmera, é muito gostoso voltar ao tempo analógico da fotografia, onde só podia se considerar fotógrafo aquele que realmente tivesse conhecimento sobre o ofício. É apaixonante ver como os retratados se emocionam ao ver a foto, o que leva o próprio fotógrafo a se emocionar também.

“Os romeiros que vinham ‘praqui’, ninguém trazia máquina pra bater retrato, a gente é que batia retrato. Hoje em dia os romeiros que vem pra Juazeiro, cada um trás sua máquina, melhor de que a máquina que a gente tem. Tem romeiro que num trás nem máquina mais, tá trazendo filmadora pra filmar o Juazeiro. Nossa máquina num pega filme de jeito nenhuma, é feito as fotos no papel. Você faz a negativa e da negatva você revela pra fazer o positivo, com o mesmo papel.

Tem muita gente que pergunta pra mim se essa máquina (lambe-lambe) ainda funciona.
Eu digo “funciona!” E se não funcionar eu boto pra funcionar, que eu sei fazer a máquina, quanto mais consertar. Eu só não sei fazer a lente, o resto eu faço tudo”.

Chico Alagoano, fotografo lambe-lambe

Vale a pena assistir:

Roubo de equipamentos (5D Mark II e acessórios) – Belo Horizonte.

Moçada, hoje eu venho aqui com uma notícia chata. Uma amiga de grupos de fotografia teve seu apartamento arrombado e seu equipamento roubado. Pedimos a atenção de todos que estejam pesquisando uma câmera usada para comprar, e nos ajude a inspecionar caso vejam anúncio de equipamentos semelhantes. Colocarei abaixo os Continue Lendo →